6 formas de monetizar seu conteúdo sem publicidade

Posted In: Influencer Life

Nem só de #publi
vive uma
influencer…

Olar!

Hoje eu quero falar sobre um assunto que gera muita curiosidade (e às vezes, polêmica): como influencers ganham dinheiro “na internet”.

E o motivo para as aspas é porque 2020 está batendo na porta e a gente ainda está tentando fazer uma distinção entre a vida online e a vida offline, como se todo mundo não estivesse conectado 24h por dia. Maaas isso é assunto para outra hora!

Mas então: formas de monetizar além do famoso post patrocinado. Tem muitas! E quem leva a sério o seu trabalho como influenciador sabe a importância de ter um leque de produtos e serviços que mostram as diferentes facetas da sua personalidade e da sua marca.

Então vamos lá:

dance6

Conteúdos para marcas

Vale muito a pena para as marcas fecharem esse tipo de parceria. É muito mais barato uma marca contratar uma influenciadora para fazer as fotos para ela do que contratar um fotógrafo, e muitas vezes as fotos saem muito boas. Isso sem contar que as marcas se beneficiam do marketing de influência, porque ele vem com uma audiência junto. E não só fotos, mas textos para blogs, vídeos-conceito, tudo que envolve seu processo de criação!

dance0

Conteúdos exclusivos
para os seus seguidores

Isso não é novo. Já tem mais de um ano que o Facebook anunciou os grupos por assinatura. Isso foi uma demanda dos próprios administradores de grupos, que perceberam que o que eles estavam fazendo ali – criar, distribuir e gerir conteúdo – era trabalho.

O Patreon já oferece esse tipo de serviço há muito tempo. Por lá você pode distribuir conteúdo exclusivo para quem é seu fã e paga uma mensalidade. Pode ser em forma de vídeo, textos, newsletters, podcasts, fotos… É um tipo de crowdfunding para criativos. 

O que nos leva à progressão natural das coisas: cobrar acesso para a sua lista de Melhores Amigos no Instagram. Já que a plataforma deu a opção de criar um grupo para ver Stories exclusivos, nada mais lógico para um criador de conteúdo profissional do que cobrar por esse acesso. Você sabe o que no que o seu público está interessado, então faça valer a assinatura.

Eu mesma tenho o meu Clube dos Melhores Amigos! Quem assina a minha lista de melhores amigos ganha conteúdo super exclusivo, em primeira mão, sem edição, sem filtro, sem frescura.

Saiu recurso novo? Eu falo na mesmo hora! Dica super quente? Xá comigo, passo pra vocês antes que ela fique morna. É tipo as Rapidinhas, só que pilhaaaadassas e super exclusivas!

Clique aqui para assinar ao Clube dos Melhores Amigos!

Ele foi monetizado durante todo o ano de 2019, mas agora mudei de estratégia! Tudo sobre o novo Clube dos Melhroes Amigos no vídeo abaixo:

dance1

Produtos físicos

Aqui vale tudo, mas é importante que os produtos sejam fiéis à sua marca.

Eu, por exemplo, coloquei na minha lojinha a corrente de estrelinha que eu uso sempre e é minha marca registrada. Eu não tiro a minha para nada, nunca! Ela sempre aparece nas fotos e as pessoas sempre repararam. Eu quis compartilhar isso com quem me acompanha, por isso encontrei alguém que produzisse uma igual e passei a vender. Um outro exemplo são essas camisetas soltinhas. Todo mundo sabe que, quando a gente acha a peça básica PERFEITA, é bom não largar nunca. Melhor ainda: compartilhar com quem tem interesse. 

Algumas pessoas adoram desenvolver produtos como forma de dar vazão à sua criatividade. Isso envolve cerâmica, bordados super criativos, ou até mesmo um acessório ou peça de roupa que você desenvolveu em parceria com alguma empresa. 

Nesse processo é possível que você encontre um novo hobby, além de uma nova forma de monetizar em cima da sua marca!
dance30

Produtos digitais

Se as plataformas digitais são o seu meio de trabalho, você provavelmente tem um domínio muito bom de alguns serviços que talvez nem saiba que pode colocar à venda. 

Presets do Lightroom: só quem já virou algumas madrugadas no computador editando fotos sabe o quanto é difícil chegar no resultado perfeito. Presets são nada mais que filtros de Instagram para quem leva suas fotos a sério – e muita gente leva suas fotos a sério.  Quem mexe com blog desde a Web 1.0 e entende design e um pouquinho de programação pode colocar à venda temas do WordPress para quem está desenvolvendo um site e confia no seu olhar. 

As possibilidades são infinitas. Eu vendo templates de Media Kit, de e-mail de parceria com marcas e até de Puzzle Feed para o Instagram – que eu AMEI desenvolver e usei durante muito tempo e um tanto de gente quis ter também! Se joguem nisso, em ebooks, tutoriais. Mais uma vez: você conhece seu público e sabe o que eles querem!

dance2

Programas de afiliados

Programas de afiliados estão se tornando cada vez mais populares. As empresas já entenderam a importância do marketing de influência em diferentes níveis e nichos. Por isso, se inscreva nos sites em que você pode indicar produtos através de um link só seu para que você ganhe uma comissão em cima de cada venda. 

A Looklink, por exemplo, te conecta com centenas de marcas brasileiras e permite que você indique roupas, produtos de beleza, acessórios, objetos de decoração e muito mais. Tem também o programa da Amazon, iTunes, Shopstyle… 

Lembrando que as marcas ficam de olho nas conversões em vendas, então os programas de afiliados são uma porta de entrada para parcerias ainda maiores!

dance3

Palestras

E aproveitando o seu know-how, por que não dar palestras sobre o seu trabalho? Afinal, você fez muito para chegar aonde está. Como você adquiriu esse conhecimento? O que você aprendeu que não é ensinado em lugar nenhum? Se aprofunde em um tema que não dá pra cobrir em um post de Instagram ou em um vídeo de YouTube – dê espaço para perguntas e respostas depois da conversa. Lembre-se que tempo vale dinheiro, e quando você for convidada para um evento em que for falar sobre sua carreira e trajetória, isso é trabalho também!

Essas são algumas formas de monetizar que não envolvem publiposts. São muitas! É importante não apostar todas as fichas em um só tipo de serviço, mas mais importante do que isso é saber o que você tem a oferecer e como.

Esse post te deu ideias? Deixa um comentário e me conta como você está usando a sua criatividade para monetizar sua presença online! Beijos!

LOOK

Sobre o estilo

As fotos desse post foram feitas em São Paulo, no Paraíso, e para o look eu usei:

Vestido: Seja Uma
Sapatos: Dotz
Bolsa: Heritage
Grampos de pérolas: Can Can

Fotos: Bruna Bento

    Add Comment