Spinning

Quem me vê entrando e saindo da academia todos os dias deve achar que eu sou uma pessoa eternamente disposta, que não passa por um dia de preguicite e que jamais pensa em dar um migué no treino. Ah, que sonho! A verdade é que tem dias que só de pensar em ir treinar, me dá uma vontade quase incontrolável de ficar na cama comendo chocolate e assistindo House of Cards. Nesses dias, recorro ao spinning, que é de longe minha atividade favorita. As aulas são tipo uma balada sobre bikes, com música animada, luzes, tudo! Que nem ir dançar com azamiga, sem os drinks! É um ânimo instantâneo, não tem erro! Além disso, os benefícios do spinning são vários, como alto gasto energético (emagrece pra caramba!), fortalecimento dos músculos (não há bunda que resista!) e melhora da resistência respiratória e cardiovascular. 

 

Para compartilhar com vocês toda a informação sobre o spinning e seus benefícios, conversei com o meu professor de spinning na Reebok, o Jean. “O emagrecimento é o grande benefício desse exercício”, ele disse, podendo haver um gasto energético de 500 a 700 calorias por hora! Além disso, “a atividade ajuda na redução do colesterol e da pressão arterial, ajuda no controle do diabetes e diminui o risco de doenças coronarianas”.

Se o seu objetivo for emagrecer, o Jean aconselha trabalhar com a frequência cardíaca entre 65% e 75% da máxima, que é a zona ideal de queima de gordura. Calcular a Frequência Cardíaca Máxima (ou FCM) é fácil: Subtraia a sua idade de 220 e depois calcule as porcentagens. Por exemplo, se você tem 30 anos:
220 – 30 = 190 FCM
Para calcular, então, a zona ideal sugerida (entre 65%-75%), a conta é a seguinte:
190 x 65% = 123 batidas por minuto e 190 x 75% = 143 batidas por minuto. Esses são o número mínimo e máximo de batimentos cardíacos por minuto que você deve manter, ou seja, as zonas-alvo do seu treinamento. Agora vai lá comprar um frequencímetro!

Spinning - tudo sobre o spinning

 

Começar é simples! As melhores academias têm várias aulas de spinning por dia, é só você encontrar o que fica melhor pra você. Chegando lá, é hora de ajustar a bike: comece colocando o banco na altura dos ossinhos do quadril. Depois, dá uma olhada pra ver se ele não está muito para frente nem muito para trás. Para isso, sente-se no banco, coloque os pés nos pedais na mesma altura, paralelos ao chão, e veja se seus joelhos ficam alinhados com o tornozelo. Quanto ao guidão, a distância dele para o banco deve ser do mesmo comprimento do seu antebraço, com os dedos estendidos. Mas se você nunca fez spinning, chama o professor e peça para ele te ajudar!

spinning - beneficios do spinning

 

Ah, e se você ficar viciada no spinning como eu, acho que vale super a pena investir numa sapatilha, que tem um ganchinho na sola e prende no pedal, tornando cada pedalada mais eficiente. Eu uso uma da Nike que comprei há uns 10 anos e ela continua lá, firme e forte, inteirinha!

sapatilha de spinning

 

Mas gente, lembrem que a musculação também é essencial para queimar gordura! Quanto mais músculo construímos, mais rápido funciona o nosso metabolismo. Eu falei tudinho sobre isso nesse post aqui, ó: Bota Carga Aí que Musculação Emagrece!

E se tudo isso não te anima a fazer spinning, só me resta jogar essa aula doidona na cara de vocês!

 

hahahahaha bora?!

Quem aí também aaaama um spinning? Deixe aí o seu pitaco!

3 Comments

  1. Pingback: Levitando no Instagram: Lulu real-time pelo @lucianar

  2. Eu amo spinning! Sempre fiz, só que sai da academia e agora não tem mais como. Mas vou lá conversar na rbk!

Write A Comment